Ele voltou! Relembre como foram as duas passagens anteriores de André pelo Sport

Foto: Anderson Stevens/Sport Club do Recife

Um retorno muito aguardado. Uma volta que muitos esperavam. No corujão do Leão dessa quarta-feira, a diretoria do Sport surpreendeu muita gente e fez um anúncio para sacudir a torcida rubro-negra. A saudade era grande. E ela acabou. André está de volta para fazer sua terceira passagem pela Ilha do Retiro. Vamos relembrar como foram as outras duas?

Chega de Saudade!

André chegou ao Sport em 2015, vindo por empréstimo do Atlético-MG. Ele estava completamente em baixa, encostado e treinando em separado no Galo Mineiro. O contrato com o Leão era por produtividade. Com bom desempenho na Série A daquele ano, marcando 13 gols, conseguiu se recuperar e chamou a atenção do mercado. O Corinthians comprou o jogador junto ao Atlético-MG. Mas ele não foi bem por lá, terminou sendo vendido para o Sporting de Portugal.

Quando estava pra virar de 2016 para 2017, uma hashtag ficou muito famosa nas redes sociais. A tal #saudaderecife deixou o torcedor leonino numa expectativa gigante. Foram quase dois meses de especulações, até que, em Fevereiro de 2017 foi anunciado o grande retorno do centroavante. O Sport teve que “pagar” mais de cinco milhões de reais por 70% dos direitos do jogador. Esse pagar entre aspas se justifica, já que o Leão só conseguiu quitar essa dívida recentemente. Essa segunda passagem de André pela Ilha ficou marcada pela conquista do título estadual e do grande desempenho no Brasileirão, balançando as redes por 16 vezes, recorde rubro-negro até agora na Série A. A saída dele, dessa vez, foi um pouco complicada, com o atleta se recusando até a participar de treinamentos. O Grêmio acabou comprando ele por cerca de 10 milhões de reais.

Agora, André está vindo para a terceira passagem no Leão da Praça da Bandeira, novamente num momento de baixa na carreira. Até agora, foram 107 jogos com a camisa rubro-negra e 43 gols marcados. Com 30 anos, ainda tem muito futebol para mostrar. Bola, já deu pra ver que tem de sobra. Principalmente por aqui. Que seja novamente um reencontro de muitas alegrias, tanto para André, quanto para o torcedor do Sport.