Salgueiro x Sport: Veja os gols e os melhores momentos do jogo

Sport vence o Salgueiro

Com um gol no apagar das Luzes, o Sport venceu o Carcará por 2 a ,1 nesta terça-feira (17), no Estádio Cornélio de Barros, em confronto válido pela quarta rodada do Campeonato Pernambucano. O Leão foi mais perigoso e saiu na frente com Luciano Juba, mas cedeu o empate, com Juan Kelsen. Mas Ronaldo Henrique cravou a vitória.

Agora, o Salgueiro se prepara para a 5ª rodada do Pernambucano, com jogo às 15h da próxima terça, visitando o Íbis. O Sport, por sua vez, recebe o Belo Jardim às 20h do mesmo dia. Mas antes desse compromisso, o Leão estreia no Nordestão, recebendo o ABC às 19h deste sábado.

Salgueiro 1 x 2 Sport – Melhores Momentos – Pernambucano 2023

O que aconteceu na partida

Apesar de ter uma maratona pesada de jogos pela frente, o técnico Enderson Moreira optou por repetir praticamente o mesmo time que derrotou o Petrolina. A única modificação foi a entrada de Ewerthon no ataque na vaga de Wanderson pelo lado direito. E durante grande parte do primeiro tempo, o Leão foi superior ao Carcará.

Apesar do gramado pesado do Cornélio de Barros, o Rubro-negro controlava as ações ofensivas, e chegou a abrir o placar com Gabriel Santos, aos 20 minutos. No entanto, após polêmica, o gol foi anulado pela arbitragem, que alegou impedimento de Matheus Vargas na origem do lance. 

O lance não diminuiu o ímpeto dos visitantes, que conseguiram sair na frente graças a um belo gol de Juba. Em cobrança de falta, o camisa 46 acertou o ângulo esquerdo de Tanaka para fazer 1×0, aos 33 minutos. A resposta do Carcará aconteceu em sua primeira boa chegada. Gabriel Fonseca cruzou e André, livre, cabeceou para fora.

O susto na zaga do Sport serviu para mostrar ao Salgueiro o atalho para empatar o jogo. E foi em jogada parecida que Kelsen deixou tudo igual. Gabriel Fonseca achou André novamente. Porém, desta vez, o centroavante ajeitou de peito para o camisa 11 tocar na saída de Renan, aos 41.

Se mostrando bastante participativo na partida, Gabriel Santos foi o responsável por tirar o grito de ‘uh’ dos rubro-negros no começo da segunda etapa. O atacante limpou a marcação e acertou o posto direito de Tanaka.

Com a posse de bola equilibrada, o Salgueiro tentava responder, mas não conseguia ameaçar a meta leonina. Com a entrada de Vagner Love, o Sport passou a dominar ainda mais as ações ofensivas. A equipe tentou com Fabinho e Juba, mas foi Ronaldo Henrique quem deu mais três pontos ao time da Ilha do Retiro. Em cobrança de pênalti nos acréscimos, o volante bateu com categoria para garantir o triunfo. 

Ficha técnica

Local do jogo: Estádio Cornélio Barros Muniz e Sá (Salgueirão), em Salgueiro-PE

Árbitro: Jose Woshington da Silva

Assistentes: Dhiego Cavalcanti Pereira e Ricardo Jorge Nunes dos Santos Junior

Gols: Luciano Juba (33’/1ºT | SPO), Juan Kelsen (43’1ºT | SAL), Ronaldo Henrique (47’/2ºT | SPO)

Cartões amarelos: Denilton, André, Anderson Recife (SAL) e Luciano Juba (SPO)

Público: 2.166 torcedores

Renda: R$ 27.120,00

Salgueiro: César Tanaka; Gabriel, Gustavo, Luis Eduardo e Denilton; Anderson Recife, Hebert (Gaspar) e Pedro Talista; Palominha (Bartô), Juan Kelsen e André (Odilávio). Técnico: Marcos Tamandaré.

Sport: Renan; Eduardo, Rafael Thyere, Sabino e Luciano Juba (Thiago Lopes); Ewerthon (Vágner Love), Ronaldo Henrique, Fabinho, Matheus Vargas (Facundo Labandeira) e Edinho (Igor Cariús); Gabriel Santos (Wanderson). Técnico: Enderson Moreira.