Mercado da bola: 12 atacantes em fim de contrato que poderiam chegar ao Sport de graça

Sport segue de olho no mercado da bola

Sport de olho! O Mercado da Bola pode ter esfriado um pouco com o fechamento da janela para inscrições de jogadores na Série B do Campeonato Brasileiro, mas os clubes, e o Sport segue se movimentando de olho na janela que reabre no dia 18 de julho. Isso porque vários jogadores estão em fim de contrato na Europa, e com a temporada por lá chegando ao fim, podem pintar no Brasil. Com isso, o MeuSport.com levantou alguns nomes de atacantes que podem pintar no Brasil após ficarem livres no mercado da bola.

Veja 12 atacantes que devem ficar livres no mercado da bola, e que poderiam ajudar o Sport:

  • Danilo Pereira – 23 anos – Ajax (HOL) – Já foi alvo do Botafogo e chegou a ser sondado pelo Palmeiras
  • Bruno – 27 anos – Sheriff (MOL) – O ponta jamais atuou no Brasil e tem carreira europeia na Áustria e na Grécia
  • Vagner Love – 37 anos – Midtjylland (DIN) – Campeão pelo Corinthians e com passagens por Flamengo e Palmeiras, pode pintar de volta no Brasil
  • Guido Carillo – 30 anos – Elche (ESP) – Argentina – Não pinta em solo sul-americano desde que deixou o Estudiantes em 2015. Já defendeu Monaco, Southampton e Leganés, antes do Elche
  • Diego Perotti – 33 anos – Salernitana (ITA) – Argentina –  Ídolo no Sevilla e na Roma, não joga no futebol sul-americano desde 2014, quando teve rápida passagem pelo Boca Juniors
  • Pablo Piatti – 33 anos – Elche (ESP) – Argentina – Não atua no futebol sul-americano desde 2008, quando deixou o Estudiantes. É ídolo no Valencia e teve passagens por Almería, Espanyol e Toronto FC
  • Edinson Cavani – 35 anos – Manchester United (ING) – Uruguai – Na América do Sul defendeu o Danubio. Rodou pela Europa por Napoli, PSG e Manchester United, sendo ídolo dos dois primeiros
  • Óscar Estupiñán – 25 anos – Vitória de Guimarães (POR) – Colômbia – O atacante passou pelo Barcelona de Guayaquil em 2019. Desde então passou pelo Denizlispor e está no Vitória de Guimarães desde 2020
  • Carlos Bacca – 35 anos – Granada (ESP) – Colômbia – Deixou a América do Sul em 2011, quando atuou no Junior Barranquilla. Desde então defendeu Club Brugge, Sevilla, Milan, Villarreal, até chegar ao Granada
  • Falcão Garcia – 36 anos – Rayo Vallecano (ESP) – Colômbia – Na América do Sul defendeu apenas o River Plate. Desde então passou por Porto, Atlético de Madrid, Monaco, Manchester United, Chelsea, Galatasaray, até chegar ao Rayo Vallecano
  • José Izquierdo – 29 anos – Club Brugge (BEL) – Colômbia – Ele deixou a Colômbia em 2014, no Once Caldas. Desde então defendeu apenas dois clubes: o Club Brugge e o Brighton
  • Damir Ceter – 24 anos – Cagliari (ITA) – Colômbia – Deixou a Colômbia em 2017, no Santa Fe, e assinou com o Cagliari. Defendeu ainda Chievo e Pescara
  • Ben Brereton Díaz – 23 anos – Blackburn (ING) – Chile – Jamais defendeu um clube sul-americano. Foi revelado pelo Nottingham Forest e está no Blackburn desde 2018

CRICIÚMA 1 x 1 SPORT