Sport vence São Paulo no Morumbi, mas é eliminado da Copa do Brasil nos pênaltis

Sport x São Paulo

Em pleno Morumbi, o Sport quebrou o tabu de nunca ter vencido o São Paulo em seu estádio, e superou o time paulista por 3 x 1, porém, acabou eliminado da Copa do Brasil nos pênaltis. Os gols da partida foram marcados por Michael Araújo, pelo lado paulista, Alisson Cassiano, e Sabino, duas vezes, pelo lado rubro-negro.

Nas penalidades, o Tricolor converteu todos. No lado do Leão, Luciano Juba acabou desperdiçando. Classificado para as quartas de final da Copa do Brasil, o time paulista vai esperar pelo sorteio que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) fará para poder conhecer seu rival. Ainda não há data para o sorteio.

O Sport entra em campo no próximo domingo (04), contra o Londrina, no Estádio do Café, pela Série B do Campeonato Brasileiro. O duelo acontece às 18h. O São Paulo também entra em campo no domingo (04), fora de casa. O time paulista encara o Grêmio em sua Arena. O confronto acontece às 16h, pela Série A.

O que aconteceu na partida

Em marcação baixa, o Sport iniciou deixando o São Paulo trocar passes com tranquilidade no campo de defesa. O  técnico Enderson Moreira optou pelo esquema com três zagueiros, preenchendo o meio de campo e sem um camisa 9 de origem, já que Vagner Love foi poupado por conta de um desconforto muscular – Jorginho e Luciano Juba revezavam na referência. 

O Sport conseguiu a primeira finalização quando o relógio marcava 10 minutos. Felipinho cobrou escanteio e, no rebote, voltou a cruzar na área, mas o cabeceio de Rafael Thyere saiu sem perigo à meta de Rafael. A história do jogo, pelo menos inicialmente, mostrava um Sport mais organizado. Do outro lado, a resposta foi quase letal: Alisson cabeceou mesmo marcado e Renan fez grande defesa. 

Acordado, o tricolor continuou reagindo. Calleri fez grande jogada aos 22, driblou a marcação, e só não marcou graças à mais uma boa intervenção de Renan. Até que os donos da casa, de tanto ensaiar, conseguiram balançar as redes, com 22. Michel Araújo tabelou com Luciano, deixou Rafael Thyere no chão, e tocou na na saída do arqueiro leonino para abrir o placar. O segundo poderia ter saído nove minutos depois, mas Pablo Maia errou o chute 

O Sport reagiu após jogada área, aos 30. Fábio Matheus conseguiu o desvio e fez Rafael trabalhar. O arqueiro dos anfitriões voltaria a aparecer aos 43, impedindo o gol de Jorginho. No lance seguinte, não houve jeito. Felipinho soltou uma bomba e Alisson Cassiano aproveitou o rebote de Rafael para deixar tudo igual. 

Embalado, o Leão voltou a rugir logo no início do segundo tempo. Aos seis, Jorginho cobrou escanteio, Sabino se desvencilhou dos marcadores paulistas e estufou o barbante para virar o placar. Torcedores e jogadores são-paulinos atônitos, mas a vantagem ainda era local. 

Com 17, Eduardo tentou arriscar de longe, parando na defesa de Rafael. O Tricolor respondeu na sequência, com Alisson. Sabino fez o corte. À medida do passar do tempo, a partida ia ficando nervosa, com os dois treinadores elaborando estratégias. Enderson mexeu no time e  desfez a linha de três zagueiros, dando mais ímpeto no ataque. E assim seguiu. 

O time pernambucano não deixou de acreditar, utilizando passes longos para chegar ao sonhado e necessário terceiro gol. Num desses lances, após cobrança de lateral, Sabino estufou as redes e levou a decisão para os pênaltis. 

Ficha do jogo

Local: Estádio Morumbi, em São Paulo

Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa-RJ)

Assistentes: Luanderson Lima dos Santos (Fifa-BA) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)

VAR: Igor Junio Benevenuto (Fifa-MG)

Público: 49.752

Renda: R$ 2.494.311,00

Gols: Michel Araújo, aos 26/1ºT (S); Alisson Cassiano, aos 43/1ºT e Sabino, aos 6 e 48/2ºT (S)

São Paulo 1

Rafael, Rafinha, Diego Costa (Arboleda), Beraldo e Caio Paulista; Pablo Maia, Gabriel Neves (Wellington Rato), Alisson (Jhegson Méndez) e Michel Araújo (David); Luciano (Marcos Paulo) e Calleri. Técnico: Dorival Júnior.

Sport 3

Renan; Eduardo (João Igor), Rafael Thyere, Sabino, Alisson Cassiano e Felipinho; Ronaldo Henrique (Kayke), Fábio Matheus, Luciano Juba, Jorginho e Fabrício Daniel. Técnico: Enderson Moreira.

COPA DO BRASIL SÃO PAULO 1 (5) X (3) 3 SPORT – 45 MINUTOS