Direita ou esquerda? Luciano Juba comenta polêmica sobre seu posicionamento no Sport

Luciano Juba é um dos destaques do Sport em 2022

Luciano Juba está consolidado como peça importante no ataque do Sport em 2022. Não à toa, se tornou absoluto no setor e um dos destaques da equipe na temporada. Mas a chegada do técnico Gilmar Dal Pozzo modificou um pouco os planos do jogador para o prosseguimento dos jogos do Leão. Com o novo treinador, Juba começou a ser também pela ponta direita. Lado que nunca tinha atuado antes, já que sempre atuou pelo lado esquerdo.

A torcida, por outro lado, sempre demonstrou insatisfação com o desempenho do atleta por aquele setor. Mas nos bastidores, Gilmar Dal Pozzo realizou uma conversa particular com Luciano Juba para passar a utilizar o jogador como um ponta direita e, com isso, abriria uma maior possibilidade de utilizar outros jogadores em posições que se sintam mais favoráveis e aproveitando a boa fase do prata da casa.

“A gente tem que estar disposto para atuar em qualquer posição dentro de campo. O professor perguntou se eu me sentia bem por ali e eu falei que onde eu pudesse ajudar eu iria estar atuando. Graças a Deus eu estou bem”, disse o jogador, em entrevista na zona mista após o jogo contra o Ituano.

“Realmente estão diminuindo (os espaços) para cima de mim, tentando tirar meus chutes, porque eu pude fazer alguns gols de fora da área. Isso está fazendo com que o time adversário diminua meus chutes, mas se Deus quiser, daqui para frente, vão sair mais gols”, completou.

Sport X América-RN | Copa do Brasil Sub-17

Fora do Brasileiro Sub-20, Sport vai disputar o Campeonato de Aspirantes em 2022

O Sport jogará o Campeonato Brasileiro de Aspirantes nesta temporada. Ausente da competição desde 2019, o Sport retorna com o objetivo de oferecer minutos e competitividade ao grupo Sub-20, possuindo ao mesmo tempo a mesma comissão técnica da categoria, comandada pelo técnico Sued Lima. A preparação começou no início desta semana e os rubro-negros aguardam apenas a notificação da CBF para saber detalhes como tabela, calendário e grupo.

Além de atletas do Sub-20, a ideia também é ter uma mescla com alguns nomes do profissional que não possuem tantos minutos. Alguns destes oriundos da própria base, que terão a oportunidade de jogar de forma mais regular e ser acompanhados de perto. Entendendo a importância dessa conjunção, tudo foi feito e planejado de forma compartilhada entre o Departamento de Base e o Departamento de Futebol profissional do Sport.

“Desde o início prometemos e tivemos como meta entrar em todas as competições possíveis na base. Sem o Campeonato Brasileiro Sub-20 no calendário, visualizamos no Aspirantes uma alternativa boa e competitiva para nossos atletas continuarem evoluindo, competindo em bom nível e tendo todos os pilares para atingir suas projeções. Para isso, estamos tendo um elo fundamental com o Departamento de Futebol do profissional e o apoio integral do nosso Presidente Yuri Romão”, disse o Vice-Presidente de Base, Carlos Santos.

O Campeonato Brasileiro de Aspirantes é Sub-23, e oferece aos times a possibilidade de atuarem com quatro jogadores de idade acima. Seu regulamento conta com dois grupos de 8 equipes, em que os quatro primeiros de cada um se classificam e passam à fase de mata-mata. Diferente das outras vezes que participou, o Sport deverá ter a média de idade mais baixa entre todos os participantes.

Com a base do elenco Sub-20 e alguns atletas que desceram do grupo profissional, mas que ainda também são bastantes jovens. Essa mescla também destrava e facilita o fator recebido como má notícia de que não será autorizado o uso de atletas nascidos em 2004. Sendo esta geração a de jogadores já conhecidos da torcida atuando justamente no time Sub-20.